Comunicado: Os servidores que tiverem interesse no plano de saúde devem enviar mensagem para o whatsapp do SINSEP (86) 98831-4564 ou para o e-mail sinsep-timon@outlook.com      
Vereador Helber Guimarães em entedimento com representantes do SINSEP, concede reajuste para servidores da Câmara Municipal.

A intermediação amigável entre representantes do sindicato e o Presidente da Câmara Municipal foi fundamental para a concessão do reajuste.

18/05/2019


Lei que concede reajuste aos servidores da Câmara.

 

O comportamento do Vereador Helber Guimarães em ter recebido sem entraves e dificuldades a diretoria sindcal que representa os servidores da Câmara Municipal é louvável.

Entendimento entre o Presidente do SINSEP e o Presidente da Câmara, resultou em reajuste para os servidores efetivos da Câmara Municipal, uma vez que era grande a expectativa da classe trabalhadora do poder legislativo.

Depois de algumas reuniões entre o Presidente do SINSEP e o Presidente da Câmara para discutir o reajuste dos servidores efetivos da Casa Legislativa, foi publicada no Diário da Câmara do dia 16 de maio a Lei nº 2159/2019, que concede reajuste de 3,86%. A Lei foi aprovada por unanimidade dos vereadores  na sessão do dia 15 de maio.

O Presidente do SINSEP, Júlio César, destacou para a diretoria do sindicato que a forma em que foi tratado pelo vereador Helber Guimarães e por seus assessores foi um grande gesto de respeito ao sindicato e aos trabalhadores da casa legislativa.

O reajuste de 3,86% não é o ideal, mas por força de questões legais o presidente Helber sinalizou ao sindicato que vai trabalhar por um reajuste melhor e mais justo para os servidores para o próximo ano, conforme o orçamento, destacou o presidente do SINSEP.

Já o chefe do poder executivo, Prefeito Luciano Leitoa, por questões de retaliações e ódio fecha as portas da prefeitura para o sindicato e para os trabalhadores, causando prejuízos milionários aos servidores.

Além de não conceder reajuste anual e nem plano de cargos para os servidores do poder executivo há um aparente uso do poder do estado contra a classe trabalhadora por parte de alguns assessores do Prefeito. 

O SINSEP continuará buscando os direitos dos trabalhadores não só da Câmara mas também dos servidores efetivos da secretaria de saúde e administração.  Paralisações e greve não estão descartadas, mesmo que não cause impacto, como afirma por aí um secretário do Prefeito.