Lula, ex-presidente

O ex-presidente Lula em 15 de setembro de 2015 sentenciou a classe de servidores efetivos: “Eu, de vez em quando, falo que as pessoas achincalham muito a política. Mas a profissão mais honesta é a do político. Sabe por quê? Porque todo ano, por mais ladrão que ele seja, ele tem que ir para a rua encarar o povo, e pedir voto...

Artur do Val, dep. estadual

Em 4 de dezembro de 2019, no calor da discussão da reforma da previdência o deputado na tribuna da assembleia legislativa do Rio de Janeiro sentenciou a classe dos servidores efetivos daquele estado de Vagabundos! E a confusão foi generalizada, tendo a Polícia Militar que intervir para evitar as vias-de-fato.

Paulo Guedes, ministro da economia

Em palestra proferida no dia 7 de fevereiro sobre a reforma administrativa, Paulo Guedes chamou os servidores de parasitas e os entes pagadores de hospedeiros. A repercussão foi tão negativa que três dias depois o ministro teve que se retratar e tentar consertar o estrago que fez na sua infeliz e desastrosa fala, só que não justificou, não convenceu. 

Quem são os parasitas, de fato?

Basta olhar toda a regalia que a classe política tem à custa de um povo pobre, maltratado, escravizado e parasitado a todo instante com uma maligna carga tributária imposta por a classe política sanguessuga que só traz miséria e dor para os servidores concursados. 

Timon também tem uma classe política parasita que suga os direitos dos trabalhadores efetivos, fato que já foi demonstrado e denunciado por este sindicato há muito tempo.

Nós somos os hospedeiros e os políticos os parasitas.