O ex-servidor público municipal, Raimundo Nonato, conhecido popularmente como Raimundo Pombo, faleceu domingo dia 14 de fevereiro, vítima de coronavírus. 

Com mais de trinta e cinco anos de serviço, o servidor teve algumas parcelas de sua remuneração retiradas sumariamente pela prefeitura de Timon.

O SINSEP recorreu ao Poder Judiciário para restabelecer as parcelas, contudo a demora do poder judiciário não permitiu que o servidor visse a jutiça ser feita.

Dentre outras perversisdades ou erros praticadas pelo poder público municipal contra o servidor está o fato de algumas vezes o ter seu salário reduzido em face de equívocos praticados pela gestão.

Raimundo Pombo não era afeito à gestão municipal pois se sentia perseguido por questões de divergências políticas.

Quem acompanhava de perto a luta do servidor falecido sabe o quanto sofreu buscando os direitos que lhe foram tomados. 

O servidor é só mais um que se vai desta vida sentindo o peso das maldades e indeferimentos de direitos estatutários e trabalhistas negados pela prefeitura de Timon.

O corpo do senhor Raimundo Pombo não pôde ser velado em casa em virtude das orientações sanitárias de prevenção e combate ao coronavírus.

O SINSEP presta sentimentos à familia do ex-compaheiro de luta sindical neste momento de dor. 

 

A DIRETORIA