Na manhã da última sexta-feira (05/08), foi realizada na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timon/MA (SINSEP) uma assembleia geral, com a seguinte pauta: Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). Na presença de vários servidores, foi tratado exclusivamente da contraproposta enviada pela administração da Prefeitura de Timon.

Presidente do SINSEP, Isabela Mota, realizando a leitura da ata em assembleia geral com servidores.

Filiados acompanhando apresentação da assembleia geral. (Foto: Ascom SINSEP)

 

A comissão da diretoria do SINSEP recebeu somente uma planilha sobre o impacto financeiro contendo vencimentos básicos e a progressão. Observando-se que os valores da contraproposta encaminhados pela administração estão abaixo do que o sindicato entende como aceitável, em comparação aos salários médios recebidos em outros órgãos internos.

“Devido a administração ter deixado margem para negociação da tabela financeira, que traz o impacto para o município, foi apresentado aos filiados novos valores com aprovação unanime, e que, se obedecesse a tabela estrutural do modelo enviado pelo sindicato no projeto de lei, acredito que a possibilidade de aceitação por parte da administração e sindicato terá um fim, com êxito na aprovação do plano para ser implantado em 2023”, informa Isabela Mota, atual presidente do SINSEP.

Diante do posicionamento da administração em não aceitar os valores da primeira proposta encaminhada e como forma de pôr fim a essa situação que afeta os servidores há vários anos, e da declaração da administração atual de aprovar o projeto (PCCS). Para que seja implantado já em 2023, o sindicato indicará como sugestão em nova proposta, a redução de até 30% linearmente dos valores da nova tabela que foi apresentada em assembleia e votada por todos que se fizeram presentes.

Estabelecendo o limite máximo de redução, de forma a manter o equilíbrio com os vencimentos de outros cargos da estrutura municipal, sem prejuízo de outros benefícios contidos no Projeto de Lei que ainda está sendo discutido e passivo de aprovação, sendo dividido em três períodos (ano), a serem oportunamente negociados com a administração, tais como: progressão funcional, adicional de qualificação, gratificação por produtividade, reajuste anual, adicional por tempo de serviço, entre outros.

O SINSEP enviará novamente a planilha e aguardará o manifesto por parte da administração da prefeitura.